RaioX Turismo

Credenciamento para receber chineses está chegando ao fim

A China é o maior emissor de turistas no mundo. Por esse motivo, as agências brasileiras de viagens precisam ficar atentas a esse mercado e estarem preparadas para atender os viajantes. Pensando nisso, o Ministério do Turismo realiza, até o próximo dia 15 de dezembro, o credenciamento das empresas interessadas em receber os turistas chineses. Somente quem estiver habilitado junto ao MTur poderá recepcionar os turistas do país asiático. 

O credenciamento faz parte de um acordo entre os governos do Brasil e da China, realizado por meio do MTur e da Administração Nacional de Turismo da República Popular da China. A parceria foi firmada através do Memorando de Entendimento, denominado Status de Destino Aprovado (ADS, na sigla em inglês), documento que compõe as diretrizes e atribuições de cada país perante a aliança. 

No ano passado, mais de 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo. Desses, apenas 50 mil escolheram o Brasil como destino. “O credenciamento das agências interessadas, bem como o acordo de facilitação dos vistos entre Brasil e China, assinado recentemente, são medidas que farão com que nosso país atinja a meta prevista no plano Brasil + Turismo, que é atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022”, informou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.  

Para ser selecionada, a agência deve realizar a inscrição no ADS CHINA e seguir algumas regras: estar regularizada no Sistema de Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo, o Cadastur; declarar estar ciente dos termos do Memorando de Entendimento, além de aceitar o Termo de Responsabilidade do ADS CHINA. 

O Ministério do Turismo só aceitará inscrições realizadas via link próprio para cadastramento de empresas do tipo "Agências de Turismo" em situação regular. O resultado da seleção será divulgado no dia 22 de dezembro de 2017, no Diário Oficial da União e no site do Ministério. 

ACORDOS INTERNACIONAIS – O governo brasileiro tem trabalhado para fomentar o turismo e garantir a vinda de mais estrangeiros ao país. Além do acordo de facilitação de vistos com a China, que aumenta o prazo de validade dos vistos de turistas brasileiros e chineses de três meses para cinco anos, o país acaba de implantar o visto eletrônico para australianos. A medida, que ainda atenderá turistas do Japão, Canadá e Estados Unidos desburocratiza a vinda desses turistas, ampliando suas visitas no território nacional e trazendo mais renda para o setor. 

Buscar captação de investimentos estrangeiros para o turismo nacional também tem sido outra estratégia do governo brasileiro. A reunião realizada este mês com membros do Ministério do Turismo, Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, e do órgão de Comércio da China foi momento para debater a criação de uma agenda conjunta e apresentar possíveis negócios em áreas como hotelaria e parques temáticos.


Busca

Cadastre seu email

Receba novidades sobre a Raio-X